8 de maio de 2015

Rio de Janeiro: Serra Fluminense tem Rota Cervejeira para todos os gostos

De maravilhosa, o Rio de Janeiro não tem apenas a capital. A sua Região Serrana tem lindas paisagens e, acreditem, temperaturas amenas (no inverno, chega a ficar abaixo de zero!). Mas o charme da Serra Fluminense que atrai milhares de turistas por ano vai além dos seus atributos naturais. Por lá, o nosso coração bate mais forte pela paixão nacional: a cerveja. Se você for uma mochileira amante da bebida, precisa conhecer a Rota Cervejeira!

(Dave Shea/Flickr)
rota cervejeira rio de janeiro

História

Muita gente não sabe, mas a produção dessa bebida no estado do Rio começou há mais de 150 anos. No Segundo Reinado, imigrantes europeus se estabeleceram na região serrana por volta da década de 1840. Grande parte deles era composta por alemães, famosos pela produção de cerveja.

E foi justamente o colono alemão Henrique Kremer que fundou em Petrópolis a primeira cervejaria do País em 1853: Bohemia. Hoje, a região conta com mais de 70 pontos cervejeiros, englobando grandes cervejarias e produtores artesanais.

Em novembro de 2014, por meio de iniciativa privada, foi criada a Rota Cervejeira, que reúne diversas cervejarias da região.

(Reprodução/Rota Cervejeira)
rota cervejeira rio de janeiro

Petrópolis

Você deve ter ouvido bastante dessa cidade nos livros de história. D. Pedro 2º se apaixonou por ela, nomeando em sua homenagem, e a transformou em muitos momentos na capital do Império.

O Palácio Imperial construído por ele dá hoje lugar ao Museu Imperial, cujo acervo é composto de móveis, documentos e objetos pessoais da monarquia brasileira. Lá, por exemplo, é possível ver a coroa de D. Pedro 2º e a caneta com a qual a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea.

A cidade abriga também a residência de verão de Santos Dumont, o Pai da Aviação, chamada carinhosamente de “A Encantada”. A casa é aberta para visitas e é cheia de detalhes bem peculiares, como a escada que foi construída de forma que só se pode subir começando com o pé direito.

Como estamos falando de cerveja, não deixe de passar pela Cervejaria Bohemia (visitas sem agendamento), pela a Cervejaria Cidade Imperial (as visitações são feitas por agendamento) e a Cervejaria Grupo Petrópolis (visitações também por agendamento).

(Divulgação/Prefeitura de Petrópolis)
rota cervejeira rio de janeiro
Museu Imperial/Petrópolis

Teresópolis

Ela tem seu nome em homenagem à esposa de D. Pedro 2º, a Imperatriz Teresa Cristina. De quatro em quatro anos, a cidade se torna mundialmente famosa por alguns dias, pois é lá que está a Granja Comary, sede da Seleção Masculina Brasileira de Futebol.

Também é onde está um dos lugares mais lindos do Estado – a Serra dos Órgãos. Esse parque nacional é bastante conhecido por esportista, já que é um dos melhores locais do Brasil para prática de esportes de montanha, como escalada e rapel.

Também encontramos na cidade o famoso Dedo de Deus, marco zero da escalada no Brasil, e a Agulha do Diabo, que está no Top 15 das melhores escaladas em rocha em todo o mundo.

Mas se você não é uma mochileira fã de esportes radicais, não se preocupe. É possível fazer uma relaxante caminhada e visitar diversas (e fantásticas!) cachoeiras.

Entre um passeio e outro, visite a Vila St. Gallen para degustar algumas delícias acompanhadas de boas cervejas locais.

(Rodrigo Soldon/Flickr)
rota cervejeira rio de janeiro
Dedo de Deus/Teresópolis

Nova Friburgo

De colonização Suíça, essa cidade tem o título da mais fria do Rio de Janeiro. No inverno, a temperatura pode ficar abaixo de 0°C. Ela também tem outro título que trai milhares de visitantes: a capital nacional da lingerie.

A cidade, cercada pela Mata Atlântica, ainda tem reservas ambientais, cachoeiras e mirantes naturais. A gastronomia suíça, de deliciosos fondues e racletes, combinada com o friozinho. Além disso, todos os encantos naturais torna o destino perfeito para aquela viagem romântica de fim de semana.

E para as mochileiras amantes do chocolate... A Chocolataria Suíça com certeza é parada obrigatória! A cervejaria que você pode conhecer na cidade é a Barão Bier, com visitações por agendamento por meio do site.

(Divulgação/Turismo Nova Friburgo)
rota cervejeira rio de janeiro

Cachoeiras de Macacu

A cidade leva esse nome por ter árvores de macacu, de onde se extraía tinta, e pelas muitas cachoeiras que tem, claro. É o lugar perfeito para as mochileiras amantes de água doce e que pratica de montanhismo. Não é à toa seu título de Paraíso das Águas Cristalinas.

Guapimirim

Lá, você vai encontrar a maior rede de trilhas do País! São 130 km com vários níveis de dificuldades, algumas delas acessíveis a cadeirantes. A área de Mata Atlântica da cidade é a área mais bem preservada do Estado, com fauna e flora de riquezas incríveis! Outro atrativo de Guapimirim é a Cachoeira Véu da Noiva, com 30 m de queda.

Santa Maria Madalena

Essa cidade é mais conhecida por ser a terra natal da atriz Dercy Gonçalves. Lá, ela construiu seu mausoléu, hoje ponto turístico do município. Santa Maria Madalena foi uma das cidades que, nos séculos 19 e 20, receberam plantações de café.

Isso a torna hoje um dos destinos com as paisagens mais belas do Rio de Janeiro: Mata Atlântica e montanhas lindíssimas emolduram casas centenárias dos Barões do Café em ruas de pedra com traçados ainda originais.

Nessa bela cidade, você pode agendar sua visita na Cervejaria Buzzi.

*Por Milene Hermenegildo, analista de TI e professora de idiomas. Mochileira Convidada do Rio de Janeiro (RJ).

Um comentário :